Os patês ou terrines têm texturas e formatos variados, e um de seus segredos mais importantes é serem consumidos frios. Se você nunca preparou este tipo de pâté-terrine, comece por este. Ele é fácil, simples e nem precisa de banho-maria para ser assado. Experimente, garanto que ele fará parte do seu cardápio especial.

Ingredientes

300 g de carne de vitela ou carne de peito de frango, ou peru, cortada em pedaços pequenos

200 g de tiras de bacon, picadas grosseiramente

2 dentes de alho, cortados ao meio

1 cebola pequena, cortada em pedaços

120 g de presunto defumado, cortado em pedaços

1 ovo grande

1 colher (sopa) de conhaque ou vinho branco

½ colher (chá) de noz-moscada ralada

1 pitada de canela em pó

½ colher (chá) de molho de pimenta ou 1 pitada de pimenta caiena (opcional)

Sal e grãos de pimenta-do-reino moídos na hora  a gosto

1 folha de louro

Modo de Preparo

Preaqueça o forno a 375°F (190°C). Reserve uma vasilha própria para patê ou terrine, ou uma forma de pão de forma com capacidade de (500 ml).

Em um processador, junte a vitela, o bacon, o alho e a cebola. Processe até ficar bem misturado. Acrescente o presunto, o ovo, o conhaque ou vinho e processe até o presunto ficar finamente picado. Tempere com a noz-moscada, a canela, o molho de pimenta ou a pimenta, caso esteja usando, o sal e a pimenta-do-reino, e misture bem. Transfira a mistura para a vasilha reservada, pressione firmemente, nivelando a superfície com uma espátula. Disponha a folha de louro no centro da mistura, deixando uma parte visível para que possa ser retirada depois. Deixe repousar por alguns minutos para os sabores se juntarem.

Coloque a forma sobre uma assadeira e leve para assar, descoberto, por 45 minutos ou até que o patê comece a soltar dos lados e fique levemente dourado. Retire do forno e deixe esfriar. Cubra com papel-alumínio e coloque um peso de aproximadamente 500 g  por cima (uso pedras pequenas). Isso fará com que o patê fique compacto e fácil de fatiar. Coloque na geladeira por um dia para liberar o sabor.

 

Sirva-o como entrada, cortado em fatias, acompanhado de torradas, picles, geleias ou saladas de folhas com pepinos e tomates.

Rendimento: 8 a 10 porções 

Sugestão: O nome “vitela”, se refere a um novilho que tem menos de um ano. Carne mole, própria para bife, pode ser usada para substituir a vitela. Grãos de pimenta-do-reino oferece especial sabor aos patês, principalmente a pimenta rosa. Devem ser moídos no momento do uso.

Dica: Sacos com arroz ou feijão cru podem ser usados para servir de peso. Depois de assado, o patê pode ser mantido na geladeira por 4 ou 5 dias.

Nota: receita levemente adaptada  do livro  –  Simple Classic Cookbook – Williams Sonoma